Site oficial do autor

Porta aberta,

luz acesa

Quadras de
Cantares de Janeiras
Quadras de Janeiras
 

     "O gosto pela música invadiu-me era ainda menino. Ficava extasiado ao ouvir o acordeão e foi este instrumento de sonoridade tão peculiar que me conduziu ao encontro com a música tradicional e popular portuguesa. A passagem por ranchos folclóricos, tunas e grupos de cantares trouxe a vivência pura no contacto com a simplicidade das músicas e quadras populares, tocadas e cantadas numa época festiva onde a fraternidade é mais notória, onde a família se une em festa e o apelo à generosidade humana é uma constante. Refiro-me à quadra natalícia e aos cânticos de Boas Festas que são as Janeiras.

(...)

     A minha tarefa foi a de recolher Quadras de Cantares de Janeiras e propor uma organização a todos aqueles que as queiram cantar. Espero tê-lo conseguido."

da Introdução

RUI FIGUEIREDO RODRIGUES

Nasceu em Ham, França, em 1973. É técnico de sistemas informáticos e reside em Teivas, Viseu.

Iniciou-se no acordeão aos 9 anos. Em Portugal, prossegue os seus estudos musicais na Escola de Música da Fundação Dona Mariana Seixas de Ranhados, no Conservatório Regional de Música de Viseu e na Escola de Instrumentos Tradicionais do INATEL de Viseu.

Como Maestro do "Cantorias" e do "Grupo de Cavaquinhos da ACRP", destacam-se as atuações para o Papa Bento XVI e Papa Francisco no Vaticano (2013 e 2017), na Comissão Europeia e no Parlamento Europeu em Bruxelas (2014 e 2016), e na Sede das Nações Unidas em Nova Iorque (2018). Salientam-se as tradicionais Janeiras ao Presidente da República, Assembleia da República, Governo, Tribunais e SAR.

Depois de gravar 8 CD's com tunas e grupos de cantares, Porta Aberta, Luz Acesa é o seu primeiro livro.

 
GALERIA

Porta aberta, luz acesa
Aqui está quem quer entrar
Vimos dar as Boas Festas
Se as quiser aceitar

     

Vinde abrir a vossa porta
A tão nobre tradição
É assim que o povo canta
Com prazer e devoção


Viva o senhor da casa
E sua esposa também
Viva toda a mais família
Por serem gente de bem


As Janeiras são cantadas
Do Natal até aos Reis
Olhai lá por vossa casa
Se há coisa que nos deis


Se o presunto está teso
E a faca não quer cortar
Faça-lhe ferum-fum-fum
Nas beiças do alguidar


Muito obrigado senhores
Pela vossa aceitação
Ficamos muito contentes
Até outra ocasião

DISCOGRAFIA

 

   CANTORIAS

   - 2007 Ora Vá de Cantar!

   - 2013 Cantares de Perdição

   - 2017 Cantorias com Alma

   CAVAQUINHOS ACRP

   - 2013 Tradições com Simplicidade

   FLAMIAM

   - 2003 Alma Beirã

   TELETUNA

   - 1999 Canto de Encanto

   - 2003 Em Linha

   TUNANOVA

   - 2008 Cantunando

 
COMENTÁRIOS

"Iniciativas como esta são uma importante semente para a salvaguarda de uma identidade cultural que nos define, liga e diferencia, mas também para uma dinâmica de reapropriação social e recriação artística. O que fomos e o que somos diz-nos também aquilo que estamos em vias de nos tornar."

ALMEIDA HENRIQUES,

Presidente da Câmara Municipal de Viseu

 
 
EVENTOS
 

CONTACTOS

Para mais informações:

  • White Facebook Icon

© 2019 por Rui Figueiredo Rodrigues. Criado com Wix.com

  • Black Facebook Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now
Canto de Encanto

1999 - Teletuna